Nota do Enem pode ser usada em processo seletivo

PRUDENTE - BIANCA SANTOS

Data 23/07/2017
Horário 15:22

Há alguns anos instituições de ensino têm procurado facilitar a forma de admissão de seus alunos. Em Presidente Prudente, a universidade mais antiga na utilização da nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é a Unesp (Universidade Estadual Paulista), desde 1999. Seguida pela Fatec (Faculdade de Tecnologia de Presidente Prudente) que agrega a pontuação como escore acrescido em seus processos seletivos datando-se de 2007.
No entanto, as instituições de ensino particulares também buscaram a atualização. Como é o caso da Toledo Prudente Centro Universitário, que aderiu o uso da nota do Enem como ferramenta de avaliação para ingresso na graduação desde o início deste ano. “Todos os candidatos dos dez cursos oferecidos pela universidade podem optar pelo uso da nota do exame ou a realização da prova”, afirma a Assessoria de Imprensa. Já a Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), apesar de não validar o Enem como processo seletivo na modalidade presencial, ressalta que, existe a possibilidade futuramente utilizar a nota também no ingresso de novos estudantes. Atualmente é aceito o Enem para os processos seletivos do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) e Prouni (Programa Universidade para Todos) do governo federal e para a admissão nos cursos superiores EAD (Ensino a Distância) mediante classificação na prova agendada ou no ingresso via Enem.

Praticidade
A nota do Enem também possibilita a inserção na pós-graduação. De acordo com o jornalista Weverson Junior do Nascimento, o exame possibilitou além do seu ingresso na faculdade de Comunicação Social, também uma bolsa na UFSCar (Universidade Federal de São Carlos). “Esta prova me trouxe grandes conquistas, hoje sou formado em Jornalismo graças a essa oportunidade. Considero o Enem a forma mais fácil dos estudantes do ensino médio público adentrar em uma instituição privada”, comenta. Além disso, Weverson ressalta que a substituição do vestibular tradicional para o Enem não deixará de avaliar os candidatos em seu desempenho, tanto que prestará novamente a prova em 2017 para ingressar no mestrado, visto que algumas instituições atribuem a nota do exame como parte do processo seletivo dos candidatos.

Veja também