Publicidade

Operação atinge células voltadas ao tráfico de drogas

Uma delas era composta por uma universitária responsável por criar grupos virtuais para venda de drogas em conjunto

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 06/08/2020
Horário 14:54
Polícia Civil - Análises nos aparelhos mostrara que grupo atuava de maneira associada Foto: Polícia Civil - Análises nos aparelhos mostrara que grupo atuava de maneira associada

A Polícia Civil de Rosana deflagrou hoje a segunda fase da operação Lockdown. No total, seis pessoas foram detidas, entre elas está um adolescente. Os investigados são apontados como participantes de diferentes núcleos da organização responsável pelo tráfico de drogas no Pontal do Paranapanema. 

De acordo com a Polícia Civil, são investigadas duas células voltadas ao tráfico. Uma delas é composta por um adolescente que, associado a outros três maiores, comercializava drogas na região do Pontal. 

No decorrer da investigação, a polícia chegou a uma universitária que era responsável por criar grupos virtuais para a comercialização de drogas em conjunto. O trabalho “em equipe” facilitava a arrecadação dos valores e distribuição dos entorpecentes.

Durante os trabalhos de campo nesta quinta-feira, foram cumpridos os cinco mandados de prisão temporária, além da apreensão em flagrante do adolescente por tráfico de drogas - contra ele já havia um mandado de internação e apreensão.

Também foram cumpridas seis buscas domiciliares, em Rosana, Teodoro Sampaio e Santa Bárbara D’ Oeste. Ainda, houve apreensão de mais de 1,3 kg de entorpecentes, bem como de aparelhos celulares.

De acordo com a polícia, uma breve análise nos eletrônicos comprovou que os indivíduos praticavam o tráfico de drogas de maneira associada.

Com base nas informações colhidas, a investigação seguirá novos rumos a fim de localizar mais envolvidos no esquema. 

Veja também