Operação da PM aborda cerca de 30 pessoas em Presidente Prudente

Ação teve o objetivo de combater o tráfico de drogas nas imediações do terminal rodoviário, linha férrea e Praça dos Pioneiros

PRUDENTE - ROBERTO KAWASAKI

Data 23/10/2020
Horário 12:56
Polícia Militar - Ação se estendeu para dentro da linha férrea de Prudente
Polícia Militar - Ação se estendeu para dentro da linha férrea de Prudente

A Polícia Militar desenvolveu na manhã de hoje uma operação de combate ao tráfico de drogas em Presidente Prudente. A ação contou com o apoio de diversas equipes que estiveram em pontos estratégicos para coibir a prática criminosa.

A área principal da ação foi nas imediações do Terminal Rodoviário Comendador José Lemes Soares, na Vila Nova. O local fica próximo da linha férrea e Praça dos Pioneiros, onde são feitos constantes flagrantes de consumo e venda de entorpecentes. 

Além dos alvos mencionados, os policiais também estiveram na praça externa de um shopping onde foram feitas abordagens.

No total, aproximadamente 30 pessoas foram revistadas, no entanto, não houve prisões ou apreensão de produtos ilícitos.

O helicóptero Águia, Canil e Cavalaria do 8º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), Força Tática e Radiopatrulhamento participaram da ação. Além do empenho, a Prefeitura de Presidente Prudente contribuiu com a limpeza dos locais, principalmente áreas de vegetação.

Pontos estratégicos

De acordo com o major-PM Luís Nelson Disaró, comandante interino do 18º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior), os locais foram escolhidos por serem pontos de grande concentração de pessoa, fluxo de veículos e usuários de entorpecentes.

“A ação conjunta foi feita em vários modelos de policiamento. As abordagens tiveram o objetivo de verificar se havia pessoas em situação criminal a cumprir, localização de armas, drogas”, explica.

Conforme Disaró, outro objetivo da operação foi o de localizar pessoas em situação de vulnerabilidade, para eventual triagem e encaminhamento social aos órgãos responsáveis.

Apesar de a operação ter ocorrido apenas nas primeiras horas da manhã, o comandante interino lembra que o reforço do patrulhamento preventivo/ostensivo na cidade continua.

“Temos todo um serviço de inteligência que possibilita o estudo antes de montar a operação. As ações são feitas justamente para a prevenção do crime e manutenção ou redução dos indicadores criminais, que já são baixos”, considera.  

Veja também