Paciente descontrolado ameaça e agride funcionárias de PSF

Homem chegou a colocar uma caneta no pescoço de uma das mulheres

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 13/01/2021
Horário 15:22
Foto: Cristiano Nascimento/Rádio Metrópole
Secretaria de Assuntos Jurídicos do Município vai solicitar hoje medida protetiva em favor dos servidores ameaçados
Secretaria de Assuntos Jurídicos do Município vai solicitar hoje medida protetiva em favor dos servidores ameaçados

Funcionárias do PSF (Programa Saúda da Família) do bairro Mira Ira, em Osvaldo Cruz, foram ameaças e agredidas por um paciente na manhã de ontem. Além disso, o homem de 27 anos também quebrou objetos e móveis do estabelecimento.

Segundo a Polícia Militar, a equipe encontrou o autor “alterado” do lado de fora da unidade. De acordo com a corporação, uma das vítimas relatou que o rapaz chegou ao PSF, alegando erro numa receita de medicação. Ao ser informado de que seria atendido posteriormente, pois não havia médico disponível, começou a quebrar e espalhar objetos do local. 

Diante da situação, uma funcionária tentou conversar com o indivíduo, no entanto, ele a agrediu fisicamente e chegou a colocar uma caneta no pescoço dela. Outra servidora, juntamente com a mãe do rapaz, socorreram a vítima, que se trancou em uma das salas. 

O homem ainda bateu com força na porta, na tentativa de entrar. Foi então que agrediu outra funcionária também com a caneta utilizada anteriormente.

Com a chegada do Corpo de Bombeiros, o acusado foi contido, medicado e liberado. Porém, enquanto estava de saída, danificou o veículo da Secretaria Municipal de Saúde. 

Conforme a Polícia Militar, o agressor foi apresentado na DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) onde prestou depoimento e voltou para a casa. Ele deverá responder pelos crimes de lesão corporal e dano ao patrimônio público.


Cristiano Nascimento/Rádio Metrópole - Rapaz começou a quebrar e espalhar objetos do local

Unidade ficou fechada

A Prefeitura de Osvaldo Cruz emitiu uma nota de repúdio. Diante da ocorrência, informou que, excepcionalmente hoje, a Unidade Básica de Saúde do Bairro Mira Ira ficará fechada no período da tarde. Isso porque, conforme o Executivo, os agredidos serão submetidos a exame de corpo de delito.

"A Secretaria de Assuntos Jurídicos do Município vai solicitar hoje medida protetiva em favor dos servidores ameaçados”.


Cristiano Nascimento/Rádio Metrópole - Unidade ficará fechada nesta tade


Cristiano Nascimento/Rádio Metrópole- Homem alegava erro em receita de medicamento


Cristiano Nascimento/Rádio Metrópole - Vítima se trancou na sala, mas autor chutou a porta


Cristiano Nascimento/Rádio Metrópole - Carro da Secretaria da Saúde foi danificado pelo agressor

Veja também