Postos de Dracena praticam preço do etanol mais barato do Estado

REGIÃO - André Esteves

Data 24/06/2016
Horário 10:00
 

Dracena é a cidade paulista que lidera a classificação de preços do etanol levantada pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). De acordo com dez postos de abastecimento consultados, o município comercializa o litro do combustível a um preço médio de R$ 1,928, sendo R$ 1,850 o valor mínimo, e R$ 2,160, o máximo. A margem média de lucro dos postos corresponde a R$ 0,229, já que o álcool é comprado nas distribuidoras por um valor entre R$ 1,608 e R$ 1,840. A pesquisa foi realizada entre 12 e 18 de junho, em 1.644 unidades de abastecimento de 113 municípios do Estado de São Paulo.

Jornal O Imparcial Preço do litro do diesel também assusta caminhoneiros

Atrás de Dracena, destaca-se o preço médio praticado nas bombas de Assis (R$ 1,967) e Tupã (R$ 2,036). A quarta posição é ocupada por Adamantina, cujo valor varia entre R$ 1,890 e R$ 2,099. Ainda na região, Presidente Venceslau aparece na 88ª, com o repasse do litro a R$ 2,385, em média. Quatro posições antes, aparece Presidente Prudente, que revende o etanol a um preço médio de R$ 2,372. No principal município do oeste paulista, o litro oscila entre R$ 2,190 e R$ 2,399, sendo a margem média de lucro de R$ 0,383, visto que os postos de abastecimento adquirem o combustível por um preço mínimo de R$ 1,790 e R$ 2,097.

Na contramão dos menores preços, Campos do Jordão é a cidade com a revenda mais alta do etanol, com um preço médio de R$ 2,734, seguida de Cubatão (R$ 2,705), município litorâneo que geralmente se destaca nos levantamentos entre as cidades, com os preços mais elevados.

O proprietário do Posto Dracena, Rubens Kamei, acredita que o valor baixo do etanol no município é resultado da "concorrência acirrada" entre os postos de abastecimento, no entanto, informa que nesta semana o valor já sofreu reajuste. Consultado, o gerente do Auto Posto Express de Dracena, que não quis se identificar, confirmou a questão da concorrência e também destacou o aumento de preço do combustível nos últimos dias.

 

Diesel


Ainda conforme o levantamento da ANP no mesmo período, Dracena também possui a revenda mais barata do diesel (R$ 2,948) em relação aos outros municípios da região. Em Prudente, o preço médio do combustível é de R$ 2,984; em Venceslau, o litro sai a R$ 2,986; e em Adamantina, o repasse equivale a R$ 2,980, em média.

O caminhoneiro Robson Lelinski, 35 anos, veio do nordeste e fez uma parada no Posto Prudentão III de Presidente Prudente para a lavagem do veículo. Ele utiliza o diesel para trabalhar e está assustado com os atuais valores no Brasil. "Os preços estão absurdos, ainda mais para um país que fabrica o próprio combustível", afirma. "No nordeste, o diesel é ainda mais caro. O litro está a R$ 3,15", aponta. O condutor relaciona ainda o aumento do preço do feijão ao do combustível. "O diesel mais caro afeta diretamente no transporte do feijão", considera.

O também caminhoneiro Ernesto Liberino, 67 anos, passou bastante tempo fora da estrada, mas agora que voltou, já começou a sentir a diferença na hora de abastecer o veículo. "Os preços estão bem ‘salgados’. Conheço pessoas que já estão vendendo seus caminhões devido ao preço do diesel", relata.

 

PREÇO MÉDIO DO COMBUSTÍVEL NA REGIÃO

Cidade                                                 Etanol                   Gasolina              Diesel

Adamantina                                        R$ 2,037               R$ 3,557               R$ 2,980

Dracena                                                               R$ 1,928               R$ 3,400               R$ 2,948

Presidente Prudente                           R$ 2,372               R$ 3,676               R$ 2,984

Presidente Venceslau                         R$ 2,385               R$ 3,599               R$ 2,986

Fonte: ANP

 

Veja também