Publicidade

Rapaz tenta registrar B.O contra PM, mas acaba preso por tráfico

Indivíduo alegou que estava “incomodado” com abordagens, o que chamou a atenção da Polícia Civil; na casa dele havia uma estufa com plantação de maconha

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 04/08/2020
Horário 11:32
Polícia Civil - Operação ocorreu hoje pela manhã, em Tarabai Foto: Polícia Civil - Operação ocorreu hoje pela manhã, em Tarabai

Na manhã de hoje, a Delegacia de Polícia Civil de Tarabai prendeu um rapaz de 27 anos suspeito por tráfico de drogas. Ele entrou na mira da investigação após se sentir "incomodado" com abordagens policiais. 

De acordo com o delegado Rafael Guerreiro Galvão, o acusado chamou a atenção ao querer registrar uma ocorrência contra policiais militares. O indivíduo, que é estudante, informou que estava sendo abordado pelo fato de ser usuário de drogas, e que às vezes portava entorpecentes.

Como não narrou abuso de autoridade, o delegado explicou que o porte de entorpecentes era crime no Brasil, embora não resultasse em privação da liberdade, desde que para uso pessoal – ou seja, não havia nada de errado na conduta dos militares. 

“Tendo em vista a estranheza do fato, investigações foram feitas pela Polícia Civil e descobriu -se que o jovem seria possível revendedor local”, explica Galvão. 

Estufa dentro do guarda-roupas
Diante da suspeita, a Polícia Civil representou por mandado de busca e apreensão na residência, ação ocorrida hoje pela manhã juntamente com a Polícia Militar.

No imóvel, que fica no centro de Tarabai, foi localizado um guarda-roupas que funcionava como uma espécie de estufa. Dentro dele havia 15 pés de maconha e, no quarto, mais duas porções da erva já preparadas em forma de tablete. 

“Ele produzia a própria maconha, possivelmente, pelo que percebemos, não para consumo próprio, mas para revenda”, afirma o delegado. 

Como o rapaz não estava na casa, os policiais fizeram diligências e o localizaram em outro imóvel. No endereço havia mais uma porção de maconha, que era do dono da casa.

Os envolvidos foram levados à Delegacia de Polícia Civil, onde apenas o alvo da investigação permaneceu preso por tráfico de drogas. O outro foi autuado por porte de entorpecentes. 

Tráfico de drogas

Tráfico de drogas

Veja também