Região de Presidente Prudente fecha janeiro com redução de furtos

Em contrapartida, registros de roubos permaneceram na mesma média dos últimos dois anos

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 26/02/2021
Horário 17:29
Foto: Arquivo/Weverson Nascimento
Tendência é de redução nos indicadores criminais neste ano
Tendência é de redução nos indicadores criminais neste ano

A região do Deinter-8 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) fechou o primeiro mês do ano com saldo positivo no índice de criminalidade. De acordo com o levantamento feito pela reportagem no banco de dados da SSP (Secretaria de Segurança Pública), houve redução no número de furtos e furtos de veículos. No entanto, registros de roubos permaneceram estáveis – apesar de a tendência nos próximos meses ser de queda, conforme análise dos anos anteriores. 

Em janeiro de 2019 foram registrados 797 furtos, número que caiu para 691 no mesmo mês do ano seguinte e, no mais recente, foram 596 ocorrências envolvendo o delito. Com relação a furto de veículo, a tendência de queda em janeiro foi a mesma: 40 (em 2019), 34 (em 2020) e 25 (em 2021).

Em contrapartida, roubo em geral se manteve com 36 registros nos três meses de janeiro analisados; roubo de veículo foram 2 (em 2019), 2 (em 2020) e 8 (em 2021). 

A reportagem apresentou os resultados da análise à Polícia Civil. Para o delegado de polícia coordenador no Deinter-8, Everson Aparecido Contelli, os resultados positivos refletem das ações integradas entre as polícias Civil e Militar para conter a criminalidade.

“Quanto aos roubos, têm-se que assim como os demais crimes, refletem comportamentos sociais e podem estar ocorrendo variações em decorrência de uma janela sazonal, contudo, considerando o trabalho das polícias, por certo haverá estabilidade nos próximos meses”, expõe. 

No mês passado, foram diversas as prisões e apreensões realizadas pela Polícia Civil, que impactaram diretamente na criminalidade. De acordo com o delegado, com as cautelas sanitárias adequadas e fornecimento de equipamentos de segurança aos policiais, a instituição ainda mantém suas ações com intensificação de investigações e operações “atenta a qualquer tipo de variação dos índices criminais”. 


Arquivo/Roberto Kawasaki  - Polícia Civil desenvolveu diversas operações e ações em janeiro 

Manutenção dos indicadores

A Polícia Militar do Estado de São Paulo, através do CPI-8 (Comando de Policiamento do Interior), explica que tem intensificado sua produtividade, no trabalho integrado com a Polícia Civil, Ministério Público, Poder Judiciário, Prefeituras, entre outros órgãos.

“O resultado dessa dedicação ao trabalho policial-militar coloca nossa região como a mais segura do Estado de São Paulo, com os melhores índices de produtividade e menores indicadores criminais. Ainda assim, mantemos o foco constante na manutenção destes índices, almejando sempre a sua redução naquilo que for possível”, considera. 

Ainda conforme a corporação, além de operações especiais no território regional, são realizadas ações sociais, cívicas, orientações, visitas técnicas, divulgações de questões relacionadas à segurança pessoal e de grupo, o que inibe as práticas usuais de delitos, contribui para a diminuição de índices de crimes contra a pessoa e o patrimônio.

 “O trabalho constante, diuturno e organizado da Polícia Militar traz efeito positivo que, além de repreender ações criminosas, conta com a colaboração do cidadão de bem para, em conjunto, aperfeiçoar a atividade de segurança localizada”.

Índice de criminalidade na região do Deinter-8
Natureza jan/19 jan/20 jan/21
Furto em geral 797 691 596
Furto de veículo 40 34 25
Roubo em geral 36 36 36
Roubo de veículo 2 2 8
Fonte: SSP      
Índice de criminalidade na região do Deinter-8
Natureza jan/dez 2019 jan/dez 2020
Furto em geral 8.592 6.101
Furto de veículo 400 316
Roubo em geral 419 316
Roubo de veículo 29 25
Fonte: SSP    

Veja também