Venda de galões de água cresce até 100% no calorão

Com o calor insuportável, cujas temperaturas bateram recordes recentemente, o consumo de líquidos é muito maior, sem dúvidas

PRUDENTE - OSLAINE SILVA

Data 13/10/2020
Horário 08:13
Weverson Nascimento - Clientes passaram a comprar mais galões para deixarem de reserva em casa
Weverson Nascimento - Clientes passaram a comprar mais galões para deixarem de reserva em casa

No dia 1º de outubro, O Imparcial trouxe em uma de suas publicações a informação do meteorologista Alexandrius de Moraes Barbosa, responsável pela Estação Meteorológica “Professor Vagner Camarini Alves”, da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), localizada no campus 2,  de que esse nível de calor intenso, que vinha fazendo desde o mês de setembro, é atípico para o mês. E com o calor insuportável, o consumo de líquidos é muito maior, sem dúvidas. O que foi confirmado em estabelecimentos de revenda de água (em galões), em Presidente Prudente. De acordo com Robinson Fernando Ferreira, proprietário do Ferreirinha Gás e Água, se comparado aos meses passados, o aumento na demanda foi em torno de 100%. 
“Tivemos que comprar mais galões para não ficar sem, até porque os clientes estão adquirindo mais para deixarem de reserva em casa. Por enquanto, ainda estamos com dois entregadores, mas se os pedidos continuarem desse jeito [o telefone não para o dia inteiro], teremos que admitir pelo menos mais uma pessoa”, afirma Robinson.
No Toninho Água e Gás, onde a elevação chegou a 80%, a contratação de mais um entregador já foi necessária. Assim como o reabastecimento no estoque para não faltar ao cliente.
Conforme o meteorologista Alexandrius, a massa de ar quente e seca que predominava na região, elevando os termômetros, perde força, com previsão de retorno das chuvas a partir desta semana. Nos últimos dias, as temperaturas já foram bem mais agradáveis que as registradas nas semanas passadas, extremamente quentes, com os termômetros batendo recordes, ao atingir os 40,4ºC. Vale lembrar que a maior temperatura registrada até então foi de 40ºC, em 1963.

SAIBA MAIS

Onda de calor: é preciso alguns cuidados!

Região vive maior onda de calor para setembro dos últimos anos 

Prudente registra recorde de temperatura: 40,4º C

Veja também