Foto: Weverson Nascimento - Prefeito acompanhou ação com secretários de Obras, Nei Rena, e Esportes, Claudinei Quirino

Foto: Foto: Weverson Nascimento - Prefeito acompanhou ação com secretários de Obras, Nei Rena, e Esportes, Claudinei Quirino

DATA PREVISTA

Atividades no Centro Olímpico retornam em julho

Rodnei Rena, diz que já foi solicitada uma licitação para aquisição de filtros, tubulações e a construção do bloco de partida das piscinas, investimento de R$ 420 mil

  • 19/03/2019 04:00
  • WEVERSON NASCIMENTO - Da Reportagem Local

A piscina principal do Centro Olímpico de Presidente Prudente foi enchida ontem na altura de 1,5 metros para averiguações e testes de vedação. O prefeito Nelson Roberto Bugalho (PTB) e o titular da Semepp (Secretaria Municipal de Esportes de Presidente Prudente) acompanharam a ação do espaço público que está em obras há sete anos. Na ocasião foi dada uma previsão para que as atividades esportivas possam ser retomadas no espaço, em julho de 2019. “Local beneficiará em torno de 1mil atletas de todas as idades”, expõe o prefeito.

De acordo com o titular da SOSP (Secretaria de Obras e Serviços), Rodnei Rena, já foi solicitada uma licitação para aquisição de filtros, tubulações e a construção do bloco de partida das piscinas, investimento de R$ 420 mil. Após as instalações e reparos a piscina de três mil metros cúbicos de água será enchida por inteiro.

O projeto inicial, orçado em torno de R$ 35 milhões, consistia na construção de uma portaria, do conjunto aquático e de uma nova pista de atletismo, e depois a construção do ginásio poliesportivo.

Iniciados em novembro de 2011, os trabalhos no empreendimento foram paralisados no primeiro semestre de 2012 depois de a empresa vencedora da licitação querer cobrar aditivos para continuar a obra.

Após esta ação, a Prefeitura conseguiu encerrar o contrato com a empreiteira contratada e o projeto foi refeito e elaborado em um novo processo licitatório. Em 31 de março 2014, a empresa declarada vencedora reiniciou as obras no Centro Olímpico, com o prazo estimado para conclusão das obras em dois anos e meio (30 meses), ou seja, em setembro de 2016. 

Conforme publicado por este jornal impresso em 2017 após seis meses de paralisação, as obras de reforma e ampliação do antigo complexo esportivo foram retomadas com previsão de entrega para fevereiro deste ano.  E mais uma vez a data foi estendida, como já mencionado, agora para julho deste ano.