Ciúmes pode ter sido a causa de feminicídio em Cuiabá Paulista

Mulher foi morta com um tiro na cabeça, enquanto outro homem que estava na casa recebeu um disparo na região do rosto

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 16/03/2021
Horário 09:10
Foto: Polícia Civil
Os detalhes do crime ainda estão em investigação
Os detalhes do crime ainda estão em investigação

“Ciúmes excessivos” podem ter motivado um homem a matar a companheira no último final de semana, no Distrito de Cuiabá Paulista. A Polícia Civil de Mirante do Paranapanema continua as buscas pelo indivíduo apontado como autor do disparo que acertou a cabeça da vítima fatal e o rosto de outro homem.

Conforme noticiado por O Imparcial, o crime ocorreu na noite de sábado, em uma residência onde ocorria uma confraternização. De acordo com a delegada Barbara Lara de Oliveira, o investigado, 38 anos, e a mulher, 53 anos, tinham uma relação amorosa, no entanto, não eram casados.

“Por isso, há indícios que o homicídio ocorreu no contexto de violência doméstica”, afirma.

Os detalhes do crime ainda estão em investigação. O que se sabe até o momento é que o autor efetuou um disparo de arma de fogo conta a cabeça da companheira e também contra o rosto de outro homem que estava no imóvel, que segundo a delegada, era uma pessoa “bem próxima” do investigado.

“Há indícios que o investigado, motivado por ciúmes excessivos que nutria pela vítima, a matou friamente com um disparo na região da cabeça”, analisa Barbara. 

Até a publicação desta reportagem, o homem apontado como autor ainda não havia sido localizado, nem mesmo a arma utilizada. De acordo com a Polícia Civil, os crimes foram registrados como feminicídio e tentativa de homicídio. 

Encontrada pelo filho

No sábado à noite, uma mulher morreu e um homem ficou ferido depois de serem atingidos por disparos de arma de fogo no Distrito de Cuiabá Paulista.

Conforme a Polícia Militar, o filho da mulher foi avisado anonimamente de que a mãe havia sido ferida por arma de fogo. Quando ele chegou à residência, encontrou a vítima ferida, juntamente com um homem.

Eles chegaram a receber os primeiros socorros, mas devido à gravidade do tiro, que acertou a região da cabeça, a mulher não resistiu e morreu. Ainda segundo a Polícia Militar, o outro disparo acertou o rosto do homem, mais precisamente, na bochecha. 

Após o socorro às vítimas, os policiais receberam denúncia sobre quem seria o autor dos tiros. Com base nas informações, iniciaram diligências, mas o indivíduo não foi encontrado.

Veja também