FPHb pensa em retorno gradual e seguro

Esportes - OSLAINE SILVA

Data 09/06/2020
Horário 07:27
Cedida - Membros da FPHb: Matheus Betoni, Leticia Rodrigues, Diego Abreu e Paulo Rogério Moratore Foto: Cedida - Membros da FPHb: Matheus Betoni, Leticia Rodrigues, Diego Abreu e Paulo Rogério Moratore

A FPHb  (Federação Paulista de Handebol) tem visto este como um momento triste, que provavelmente mudará inúmeros aspectos na realidade esportiva de todos. Mas que deve ser encarado com responsabilidade e tranquilidade para resolver cada questão, por lidar com pessoas. “Tudo o que estamos estruturando é pensando em uma volta gradual, segura e que a partir de todas estas ações em tempos de pandemia [cursos, criação de departamentos, mascote, redes sociais, etc.], possamos voltar ainda mais fortes para continuar fazendo um trabalho bonito em prol da modalidade e das pessoas que estão nela”, destaca o vice-presidente da entidade, Diego Melo Abreu, 38 anos.

A federação está aguardando determinações governamentais e das confederações, tanto nacionais quanto internacionais, para estabelecer protocolos sérios, embasados e que não coloquem em risco uma pessoa sequer em seus eventos e jogos. “Vamos lidar com isso com cautela e responsabilidade. Ainda não existem datas definidas, mas semanalmente estamos conversando entre todos da FPHb para construirmos possibilidade viáveis na volta”, enfatiza Diego, que trabalha ao lado do presidente Paulo Rogerio Moratore.

 

 

 

Veja também