Responsáveis por maus-tratos em cão são expulsos de universidade

Universitários gravaram vídeo em que zombam do animal durante procedimento de castração irregular na residência, localizada no Jardim Vale do Sol, em Prudente

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 15/06/2021
Horário 19:36
Foto: Cedida
Cachorro da raça Labrador está sob os cuidados do Beco da Esperança
Cachorro da raça Labrador está sob os cuidados do Beco da Esperança

Nesta noite, a Unoeste (Universidade do Oeste Paulista) comunicou a expulsão dos envolvidos nos maus-tratos de um cão em Presidente Prudente. Eles eram estudantes do curso de Medicina Veterinária e Zootecnia na instituição. Na segunda-feira, a 3ª Companhia de Policiamento Ambiental resgatou um cachorro que havia sido castrado numa república de estudantes, que fica no Jardim Vale do Sol. De acordo com a corporação, a guarnição foi ao local após denúncia de maus-tratos a animal doméstico.

Os envolvidos eram estudantes do curso de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), que se manifestou “totalmente contra” a prática do procedimento fora do hospital veterinário.

Conforme a universidade, parte dos indivíduos que participaram do procedimento fora do ambiente acadêmico, já foi identificada. Ainda segundo a Unoeste, desde o momento que foi informada sobre o caso, gestores da instituição juntamente com os departamentos jurídico e de segurança estão em contato com as autoridades policiais e, na noite de ontem emitiram comunicado oficial sobre a decisão da expulsão dos envolvidos. Leia o comunicado divulgado na noite de ontem: “Lamentamos profundamente a atitude dos envolvidos na castração irregular e maus-tratos de um cão, fato esse ocorrido fora do ambiente da universidade. Desde o momento que a universidade foi informada sobre o caso, na noite desta segunda-feira (14 de junho), gestores da instituição, juntamente com os departamentos jurídico e de segurança, estão em contato com as autoridades policiais acompanhando o caso, assim como se colocou à disposição para acolher e dar todo o suporte ao tratamento necessário ao animal.

Há mais de 30 anos, quando iniciamos a Faculdade de Ciências Agrárias, intensificamos a luta pela causa de proteção aos animais de companhia, produção ou silvestres. Este acontecimento recente, que felizmente foi descoberto a tempo de salvar as vidas ali em risco, não condiz com a missão, visão e valores institucionais.

Temos a maior estrutura do oeste paulista no atendimento aos animais, que é referência no país e presta diferentes serviços para toda a região de Presidente Prudente, inclusive mantém parcerias com entidades de proteção aos animais. Todo início de semestre realizamos o nosso tradicional trote do bem com a doação de toneladas de ração para ONGs da região. São muitas atividades voltadas ao bem-estar animal e, sem dúvidas, esse fato deixou toda a comunidade interna e externa estarrecida.

Por isso, comunicamos a expulsão dos envolvidos, já que tal acontecimento não condiz com os nossos princípios institucionais. Desejamos profundamente que fatos como este não se repitam em qualquer lugar do planeta, e reforçamos aqui o nosso compromisso de lutar para que os animais recebam todo cuidado e carinho que merecem". A universidade ainda agradeceu a atuação da Polícia Ambiental e da ONG que, juntos, resgataram e acolheram o cão, além da "participação ativa da comunidade acadêmica, demais cidadãos e projetos sociais da causa animal que nos ajudaram a chegar na melhor solução para o caso".

Está sob os cuidados do Beco da Esperança o cachorro da raça labrador que foi castrado em uma república no Jardim Vale do Sol, em Presidente Prudente. Na noite de ontem, foi levado para uma clínica veterinária onde recebeu os cuidados necessários. 

Reprodução/Beco da Esperança


Beco da Esperanã está cuidando do cachorro até ele ser adotado

Leia mais:

Cão castrado em república de estudantes está sob os cuidados de uma ONG

Polícia resgata cão que foi castrado em república de estudantes

Praticar maus-tratos a animais resulta em penas de detenção e reclusão

Após denúncia, policiais salvam animal vítima de maus-tratos

 

 

 

 

 

Veja também