Roadshow debate soluções para desenvolvimento da região de Prudente

Evento, que ocorre nesta quarta-feira pelo Zoom, conta com empreendedores, lideranças locais e especialistas em gestão e inovação

REGIÃO - DA REDAÇÃO

Data 27/04/2021
Horário 16:17
Foto: Francinara Nepomuceno/UEPP
Presidente da UEPP, Renato Mungo, é uma das lideranças que participarão do evento
Presidente da UEPP, Renato Mungo, é uma das lideranças que participarão do evento

A JValério Gestão e Desenvolvimento, associada à FDC (Fundação Dom Cabral), realiza, nesta quarta-feira, Roadshow sobre negócios, pessoas e inovação em Presidente Prudente. O objetivo de estimular o debate em torno das estratégias para promover o desenvolvimento regional.

Clodoaldo de Oliveira, diretor executivo da JValério, acredita que o fortalecimento da economia local é uma das alternativas para driblar a crise que assola o mundo todo em decorrência da Covid-19. “Conscientes da importância do desenvolvimento local para melhorar o desempenho dos negócios, propomos esse evento para estimular o debate, a reflexão e a troca de experiências sobre a retomada do crescimento da região de Presidente Prudente. O Roadshow é uma oportunidade para que gestores de empresas, profissionais vinculados a instituições e fundações empresariais, com expertise em gestão, possam pensar juntos novas soluções para melhorar o desempenho da classe empresarial”, diz Clodoaldo.

Ele ressalta que a ação conjunta é importante porque o crescimento sustentável e o desenvolvimento regional são complexos e dependem do nível de competitividade das empresas, do grau de profissionalismo da gestão e, sobretudo, do espírito de cooperação.

“O crescimento e o desenvolvimento regional não podem ser atribuídos a um fator isolado. Ao contrário: depende dessa teia de relações entre a sociedade civil organizada, a classe empresarial, lideranças e agentes de desenvolvimento e instituições privadas. Essa aproximação e o trabalho em rede aumenta o nível de confiança entre todos esses atores. Trata-se de uma política de ganha-ganha: o fomento do crescimento e desenvolvimento de empresas e executivos irá melhorar a visibilidade e ampliar o potencial da região para a atração de novos investimentos, capazes de gerar emprego e renda para a comunidade local”, afirma o diretor executivo da JValério.

Incentivos fiscais e de crédito

Marcelo Cerqueira, CEO da Oeste Saúde e presidente do Grupo Lidera, que reúne empresários de Presidente Prudente e região, já confirmou sua presença no evento. Ele afirma que o setor de saúde, por ser o mais envolvido no momento atual de pandemia, deve continuar trabalhando para apresentar alternativas que ajudem na retomada econômica, por meio do apoio de novas tecnologias.

Na opinião dele, ações nas questões fiscais e de crédito precisam ser repensadas pelo poder público para auxiliar na retomada econômica dos empreendedores. “O empreendedor brasileiro é criativo, encontra alternativas e é um batalhador incansável. Portanto, duas fontes precisam ser bem analisadas: como a influência do governo afeta nas nossas atividades no aspecto fiscal, e como o governo pode pensar em colaborar com o setor promovendo incentivos e outras fontes de linhas de crédito para não sermos impactados fortemente. É preciso que o poder público encare isso como forma essencial da retomada”, afirma Marcelo.

Mais confirmações

O advogado prudentino Renato Mungo, que também é presidente da UEPP (União das Entidades de Presidente Prudente e Região), e o engenheiro agrônomo e chefe da Cati (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral) de Anhumas, João Menezes de Souza, completam o time de lideranças que irão conduzir debates no evento.

Renato integra o Programa Pontal 2030 - ação que visa alavancar o desenvolvimento da região localizada no extremo oeste de São Paulo, onde a renda per capita é menor que a média de todo o Estado - e relata que uma das bandeiras para o desenvolvimento local é a regularização latifundiária. “Esse será um dos temas que debateremos no Roadshow”, aponta.

A regularização de terras, conforme ele, está sendo discutida há 50 anos na cidade e essa questão impede a realização de grandes investimentos vindos de fora. “A regularização abre caminho para investimentos a longo prazo. Temos que regularizar e evitar a presença da insegurança jurídica para quem quer investir em nossa região. Estamos passando por um momento delicado. Nossa economia está frágil e precisamos recuperar a confiança dos prudentinos para superar os problemas acarretados pela pandemia e outras questões, anteriores à crise sanitária, que precisam ser resolvidas”, acrescenta o presidente da UEPP.

Ele cita ainda a necessidade de mais investimentos no setor ferroviário para alavancar o desenvolvimento do agronegócio em Prudente e região e a integração com o transporte hidroviário pelo rio Paraná. Ainda no setor de transporte, ele cita o projeto estratégico de criação de uma aduana no aeroporto do município para o recebimento de mercadorias internacionais. A área já foi garantida para abrigar a Receita Federal e o projeto de ampliação do aeroporto também está assegurado. “Estamos travando uma luta com o Estado de São Paulo para que coloque a obrigação de investimento nesse sentido. Com certeza mudaria o cenário atual [da economia regional] lá na frente”, enfatiza Mungo.

Obstáculos pela frente

João Menezes destaca que investimentos são necessários, pois a região concentra um potencial de desenvolvimento nacional em um setor que já é líder em várias culturas. “Sou adepto da ideia de que a nossa região é a melhor fronteira agrícola do Brasil, com terra barata, infraestrutura e tecnologia para produção de grãos, com proximidade dos portos e grandes centros consumidores”, avalia o engenheiro agrônomo.

De acordo com João, é preciso preencher três lacunas para consolidar esse perfil de potencialidades. O primeiro passa por uma maior divulgação das vantagens que a região oferece para os investidores. A segunda é estimular o uso da tecnologia para ampliar a área cultivada, como a integração entre a lavoura e pecuária. A terceira é criar mais mecanismos que facilitem o acesso ao crédito para o plantio e compra de máquinas e implementos agrícolas.

Serviço

O debate será mediado pelo professor Marcelo Salim, da FDC, que é uma referência na área de inovação. Sócio de empresas em diferentes segmentos do mercado, ele acumula no seu currículo passagem pelo Centro Científico da IBM. Também foi selecionado pelo "Empreendedor Endeavor” (2000) e eleito "Entrepreneur of the Year" (2001). Em 2002, Salim foi escolhido "Empreendedor do Novo Brasil" em concurso nacional da revista Você S.A.

O evento acontece nesta quarta-feira, às 19 horas, e marcará o lançamento oficial do início das operações da JValério/FDC na região de Presidente Prudente. O Roadshow é gratuito e será na plataforma Zoom. Inscrições podem ser feitas no link materiais.jvalerio.com.br/roadshow.

Veja também