Sorriso passa por cirurgia na coluna em Jacksonville

Depois de susto, após sentir fortes dores ao ponto de mal poder se mexer, lutadora foi levada imediatamente ao UF Health North pelo UFC e fica mais duas semanas nos EUA

Esportes - OSLAINE SILVA

Data 29/04/2021
Horário 06:40
Foto: Instagram
Ariane Sorriso, momentos antes de ir para o centro cirúrgico ontem, em Jacksonville
Ariane Sorriso, momentos antes de ir para o centro cirúrgico ontem, em Jacksonville

O retorno ao Brasil após a grande vitória por nocaute técnico a 1m28s no segundo round sobre a chinesa Na Liang, no UFC (Ultimate Fighting Championship) 261, era para ser hoje, mas uma lesão vai segurar a lutadora de MMA de Presidente Prudente, Ariane “Sorriso” Carnelossi, em Jacksonville, na Flórida, nos Estados Unidos, por mais duas semanas. Exatamente às 15h30 (horário de Brasília) de ontem, ela entrou no centro cirúrgico do UF Health North para uma cirurgia de urgência na coluna, por conta de uma hérnia de disco.
O treinador Hugo Gonçalves explicou que a cirurgia era simples, mais ou menos a mesma que ela fez no ano passado com o doutor Bruno Martins, em Londrina. Em quatro semanas, ela retoma os treinos, como foi anteriormente, mas o UFC não autoriza sua liberação sem fazer o pós-cirúrgico. “O que a meu ver é o correto. Condições de voltar ao Brasil ela já teria daqui dois dias, mas o UFC quer fazer todo esse acompanhamento”, explica.
“Eles se responsabilizam por tudo, desde assistência hospitalar, o pós-cirúrgico, hospedagem minha, tudo, tudo. Quando ela teve a crise, o UFC disponibilizou uma ambulância pra buscá-la no hotel e quando a gente viu a ressonância, o que ficamos juntamente com os médicos abismados foi de ver como ela conseguiu lutar com essa lesão. Na verdade a gente não tem nem palavras pra descrever isso”, expõe o proprietário da Inside Hugo Gonçalves - Centro de Treinamento de Lutas. Munil Adriano e o Márcio Mendes, que também acompanharam a lutadora, retornam hoje ao Brasil.

Longe fisicamente, mas perto de coração

Em contato com a mãe de Ariane, Luciana Lopes Carnelossi, 51 anos, ela disse que como mãe estar longe é bem difíci,l porque quer estar junto mesmo não podendo fazer nada, só o fato de estar presente, vê-la sair da cirurgia e poder dizer: “Filha, estou aqui, te amo, ‘tamo junto’”, já faria grande diferença para as duas. Mas, ao mesmo tempo, ela diz que se tranquiliza pelo fato de a filha ter seu treinador Hugo Gonçalves ao seu lado, além de toda a equipe médica americana e do UFC. 
“Então é rezar! Sei que já deu tudo certo. As mãos de Deus são as dos médicos que farão a cirurgia dela e é como a frase que enviei pra ela: ‘A distância pode separar nossos olhares, mas jamais os nossos corações e o amor que temos uma pela outra’. Então neste momento estou conectada ao coração dela. Mesmo de longe mandando minhas vibrações boas, rezando, crente que tudo já deu certo. Saber como ela foi para lá, com dor durante toda a semana, na hora da luta eu rezando, porque sabia que ela estava sentindo dor. Minha palavra é gratidão Deus”, agradece a mãe de longe fisicamente, mas bem perto de coração!

Como é ser mãe da pequena gigante?

Luciana ressalta em alto e bom som que é “orgulho puro” ser mãe da Ariane. Ela confessa que quando a filha resolveu tomar essa decisão de se tronar uma atleta, primeiro era o boxe, depois o MMA, não gostou muito da ideia porque achava muito violento. Mas, como era o sonho dela e em sua casa impera o lema: “Se você está feliz, a gente está feliz por você. Se é seu sonho, a gente torce pelo teu sonho”, e um dia, nesses sete anos que Ariane vem treinando, se dedicando, falou pra mãe que um dia chegaria lá!
“A Ariane é muito dedicada, muito focada, um grande orgulho pra mim. Eu como mãe me inspiro nela, sabia? Ela treina de segunda a segunda. Não é só estar hoje no UFC. Eu conheço toda a trajetória dela. É como a música que ela escolheu para entrar ‘Mire as estrelas’, eu sei que não foi fácil de chegar até onde ela está agora, e eu sei, eu sei que ela vai muito mais além disso! Me sinto radiante em ver todo mundo comentando sobre ela. É uma alegria. Sempre falamos, eu e o pai delas, Paulo, que nossas filhas, a Ariane, Letícia, a Layla e o nosso netinho Nicholas são nossos potinhos de ouro. Meu presente de Deus que ele me deu. Minha palavra aqui então é: gratidão minha filha, me orgulho de ser sua mãe!”, exalta feliz Luciana Carnelossi. 

Foto: Instagram

Luciane diz: “A distância pode separar nossos olhares, mas jamais os nossos corações”

Veja também