Volta às aulas presenciais na região de Prudente

Algumas escolas municipais de ensino infantil e fundamental voltaram com as atividades presenciais; outras, já planejaram ou estão em planejamento para o retorno das aulas

REGIÃO - CAIO GERVAZONI

Data 03/08/2021
Horário 04:00
Foto: Freepik
Conforme Decreto 65.849, escolas podem retomar aulas presenciais com até 100% da capacidade
Conforme Decreto 65.849, escolas podem retomar aulas presenciais com até 100% da capacidade

Com o avanço da vacinação contra a Covid-19 na região de Presidente Prudente, o retorno das aulas presenciais já ocorre em algumas escolas municipais do oeste paulista. São os casos de Presidente Epitácio e Narandiba, que retomaram as aulas nas Emeis (Escolas Municipais de Educação Infantil) e Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental) em meados de julho, seguindo os protocolos sanitários desenvolvidos por cada cidade. Na maioria dos munícipios da região, o retorno será escalonado, facultativo e ocorre desde ontem.
No início do mês passado, o governo do Estado de São Paulo decidiu, por meio do Decreto 65.849, que as escolas públicas e privadas da educação básica podem retomar as aulas com até 100% da capacidade a partir de agosto, desde que seja respeitado o distanciamento de pelo menos um metro entre os estudantes.
A reportagem promoveu um balanço de como está e como será a situação de retorno às aulas presencias nas Emeis e Emefs nas cidades de circulação de O Imparcial. Confira no quadro abaixo: 

Município:

Situação de volta às aulas e retorno:

Alfredo Marcondes

Presencial facultativo com 35% da capacidade total de cada unidade de ensino – Retorno para Emeis dia 09/08;

Álvares Machado

Presencial escalonado e facultativo mediante assinatura de termo de responsabilidade por parte do responsável pelo aluno –– Retornou ontem;

Indiana

Presencial obrigatório com 35% da capacidade total de cada unidade de ensino – Retorno não informado;

Martinópolis

Em planejamento;

Mirante do Paranapanema

Presencial escalonado inicialmente com 35% da capacidade total de matrículas – Retornou ontem;

Narandiba

Presencial facultativo com 35% da capacidade total de cada unidade de ensino – Retornou no dia 19/07;

Pirapozinho

Presencial facultativo com 35% da capacidade total – Retornou ontem;

Presidente Epitácio

Presencial facultativo com 100% da capacidade total de cada unidade de ensino – Retornou no dia 27/07;

Presidente Prudente

Publicado na tarde de ontem, o Decreto Municipal N°. 32.254/2021 determina para 16/08 a retomada do ensino presencial na rede municipal de ensino. Para a edição de hoje do Diário Oficial está prevista para ser publicada uma resolução da Secretaria Municipal de Educação, com o detalhamento, regras e orientações sobre o retorno presencial.

Rancharia

Presencial facultativo com 35% da capacidade total de cada unidade de ensino – Retorno dia 09/08;

Regente Feijó

Em planejamento - Retorno previsto com 35% da capacidade total para o dia 09/08;

Santo Anastácio

Presencial facultativo com 35% da capacidade total de cada sala de aula – Emefs retornaram ontem; Emeis retorno dia 16/08;

 

Teodoro Sampaio

Presencial facultativo com 35% da capacidade total de cada sala de aula – Retornou ontem.

*Até o fechamento desta edição, as prefeituras de Presidente Bernardes e Presidente Venceslau não responderam a solicitação do jornal feita no começo desta semana passada

Alfredo Marcondes
A coordenadora municipal de Educação, Célia Cristina Silva Mathias, informa que as escolas municipais estão equipadas e prontas para o retorno dos estudantes, que será facultativo. “No início, o atendimento presencial será de 35%. Os cuidados a serem adotados seguirão o protocolo de higiene sanitário, elaborado pelos profissionais da educação, saúde e o Instituto Fabris Ferreira”, pontua a coordenadora. O início do retorno às aulas presenciais na Escola Estadual Filomena Scatena Christófano ocorreu ontem. As Emeis Rosângela Lima da Silva e Aleide Esteves Faria retomam as atividades a partir do dia 09/08. 

Álvares Machado
Em resposta à solicitação da reportagem, a Assessoria de Imprensa do município informou que as aulas presenciais retornaram ontem. “O retorno será escalonado, os alunos de cada turma serão divididos em grupos: A, B e C [quando necessário], com revezamento semanal. A equipe gestora e professores separam as turmas, informam os pais quem serão os alunos dos grupos A, B e C, para que todos possam se organizar em relação ao cronograma. No caso de alunos com irmãos na mesma escola, recomenda-se que sejam escalonados para frequentarem as aulas presenciais nos mesmos dias da semana”, explica. 
Para o retorno das aulas presenciais, ou para as situações em que os pais ou responsáveis pelos alunos optarem pelo não presencial, deverão preencher e assinar o termo de responsabilidade em que se comprometem com atendimentos remotos.

Indiana
De acordo com a responsável pela pasta de Educação do município, Maria Cristina Sasso Stuani, o retorno será obrigatório, escalonado e com 35% da capacidade de ocupação das salas de aula. “A volta ao presencial será obrigatória, observando o que foi previsto nos Decretos Municipais 67/2021 e 72/2021. Serão adotados todos os cuidados necessários, obedecendo aos protocolos exigidos pelos ministérios da Educação e Saúde”, indica Maria Cristina. 

Martinópolis
Conforme o Departamento Municipal de Educação de Martinópolis, o cronograma de volta às aulas está em fase de elaboração junto ao Conselho Municipal de Educação e deverá ser híbrido, com dias presenciais e remotos para atender os alunos nos quais os pais ou responsáveis fizeram a opção por frequentar a escola ou não.

 Mirante do Paranapanema
Em Mirante, a Secretaria de Educação informa que os alunos das escolas da rede municipal retornaram do período de férias escolares ontem. “O atendimento presencial da rede está acontecendo desde o início do ano letivo [08/02/2021], em todas as unidades escolares de educação infantil [creches e pré-escolas] e ensino fundamental séries iniciais, do 1º ao 5º ano, de forma híbrida [presencial e remoto], atendendo a capacidade limite de 35% do total de matrículas, de forma escalonada, dando continuidade a esta forma de atendimento também no segundo semestre”, indica a pasta. 
O retorno presencial dos alunos será mantido facultativo até a atualização do Protocolo São Paulo e a capacidade de atendimento, neste segundo semestre, será de acordo com o espaço físico de cada sala de aula em relação ao número de alunos de cada turma.

Narandiba
Em meados de julho, ocorreu a retomada das aulas presenciais para os alunos do ensino fundamental I e II. As Emefs (Escolas Municipais de Educação Infantil) Edson de Oliveira Garcia e Professora Ineura Rodrigues de Lima retomaram as atividades com 35% da capacidade total por sala de aula. A volta faz parte do retorno gradual das atividades presenciais previsto pela gestão educacional do município. No dia 23 de agosto, será reaberta a Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) Pedacinho de Céu. No dia 20 de setembro, será a vez das creches do maternal 1 e 2.

Pirapozinho
A assistente de Planejamento Educacional do município, Luciana Moreira Pantaroto Marques, indica que o retorno presencial desde ontem ocorreu inicialmente para os alunos do EJA (Educação de Jovens e Adultos) e ensino fundamental I. A capacidade das unidades será de 35% dos alunos matriculados. “As escolas municipais estão devidamente equipadas para atender todos os protocolos sanitários contra a Covid-19 e o retorno para os alunos será facultativo”, informa. 

Presidente Epitácio
Em Epitácio, por sua vez, o secretário de Educação e Esportes, Leonardo Trombeta, relata que a educação infantil e o ensino fundamental retornaram no dia 27/07, na forma de ensino híbrido (presencial e remoto). “Neste segundo semestre, os protocolos foram revisitados e adaptados às novas normas, como a relativa à capacidade das unidades escolares que, do limite de máximo de 35%, agora, devem respeitar a distância de 1 metro por aluno, podendo chegar a 100% de presença, desde que a regra seja respeitada”, destaca. O ensino permanece obrigatório, porém, até o presente momento, a presença do aluno na unidade escolar não.

Presidente Prudente

Publicado na tarde de ontem, o Decreto Municipal N°. 32.254/2021 determina para 16 de agosto a retomada do ensino presencial na rede municipal de ensino. A secretária interina da Seduc, Francisca Maria Chagas, explica que o retorno presencial acontecerá gradualmente, conforme o planejamento dos ciclos infantil e fundamental 1. De acordo com o documento, o retorno só será permitido mediante autorização formal dos pais ou responsáveis. O decreto também autoriza, desde ontem, o retorno presencial no âmbito da rede pública estadual e particular de ensino, respeitando os decretos e resoluções da Secretaria Estadual de Educação de São Paulo.
Também há recomendação para o cumprimento dos protocolos de saúde, que devem ser observados pelos órgãos responsáveis por cada rede de ensino, visando à prevenção e mitigação da disseminação da Covid-19. Para a edição de hoje do Diário Oficial está prevista para ser publicada uma resolução da Secretaria Municipal de Educação, com o detalhamento, regras e orientações sobre o retorno presencial.

Rancharia
Em Rancharia, de acordo com Assessoria de Imprensa do município, o retorno presencial foi definido pelo Comitê Municipal de Retorno às Aulas na Rede Municipal de Ensino no dia 19/07. Este retorno será híbrido e se dará de forma gradual, sendo iniciado com os alunos acima de 6 anos e com até 35% da capacidade de cada unidade escolar a partir do dia 09/08. “Os agrupamentos são elaborados por cada unidade, com revezamento de turmas, entrada, intervalo e saída em horários diferenciados para evitar aglomeração, além da redução da carga horária dos alunos e a não obrigatoriedade da presença”, pontua a assessoria do município.

Regente Feijó
No município, a diretora da Divisão Municipal de Educação, Telma Regina dos Santos Silveira, informa que Regente Feijó está em fase de preparação e planejamento e que todos os protocolos serão seguidos rigorosamente. “A previsão de volta para a pré-escola e ensino fundamental é para o dia 09/08”, indica Telma. 

Santo Anastacio
Em Anastácio, a Secretaria de Educação do município informa que as aulas presenciais de forma híbrida retornaram ontem. “O retorno ocorre gradativamente: primeiro as Emefs, com 35% dos alunos ou de acordo com o espaço físico das salas e, posteriormente, no dia 16/08, retornam os alunos da educação infantil e creches no mesmo formato. O retorno será de forma híbrida, com turmas A, B e C. Toda a rede iniciou o 2º semestre no dia 20/07 com o replanejamento e dia 21/07 com as aulas remotas”, relata a pasta da Educação. O retorno será facultativo, os pais devem decidir se mandam seus filhos ou não. 

Teodoro Sampaia
Em Teodoro, as aulas retornaram de forma escalonada ontem. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura, a presença será facultativa enquanto perdurar o escalonamento. “De início, limita-se a 35% da capacidade total da sala de aula. Todos os protocolos recomendados pela Vigilância Epidemiológica já foram devidamente orientados às equipes escolares, incluídos também no Plano de Retomada das Aulas Presenciais”, indica a pasta. 

SAIBA MAIS

MPE recomenda apresentação do cronograma de retorno das aulas presenciais em Prudente

Prefeitura de Anastácio inicia testagem de alunos para retomada das aulas presenciais

Narandiba retoma aulas presenciais para alunos do ensino fundamental

Volta às aulas em Narandiba

Estado vai contratar 416 pais e responsáveis para retorno presencial das aulas na região

MPE recomenda apresentação dos cronogramas de retorno às aulas presenciais na região

SP anuncia novo plano de ampliação da retomada das aulas presenciais para agosto

Veja também