Bugalho anuncia setores e regras para reabertura

Prefeito de Presidente Prudente comentou sobre a necessidade de reduzir em 20% a capacidade de lotação dos estabelecimentos e horários alternados do comércio e shoppings, a partir de quarta-feira

PRUDENTE - GABRIEL BUOSI

Data 11/07/2020
Horário 07:15
Marcos Sanches/Secom  - Bugalho diz que anúncio é um “alívio para a economia” Foto: Marcos Sanches/Secom  - Bugalho diz que anúncio é um “alívio para a economia”

Seguindo a autorização do Estado para avançar de fase, o prefeito de Presidente Prudente, Nelson Roberto Bugalho (PSDB), confirmou ontem que a partir de quarta-feira as atividades consideradas como não essenciais e que receberam o aval do governador João Doria (PSDB) poderão retornar as atividades, desde que cumpram com regras no que diz respeito ao horário de funcionamento, capacidade limitada e cuidados com a higiene, como o uso obrigatório de máscaras e disposição de álcool em gel. “O avanço de fase representa um alívio para a nossa economia”, apontou o prefeito. 
Para este momento, algumas atividades terão horários diferenciados em relação ao seu funcionamento, como uma espécie de “troca de turnos” nos setores da economia. O comércio varejista, por exemplo (veja o box), deverá respeitar 20% de sua capacidade de lotação, e proporcionar o atendimento dentro de um período de apenas quatro horas seguidas, das 13h às 17h durante a semana, e das 9h às 13h aos finais de semana. Já os shoppings centers e galerias, com a mesma restrição de capacidade de lotação, respeitarão o horário de atendimento das 16h às 20h. Alguns setores, como academias, espaços públicos, cinemas e restaurantes seguirão fechados para o atendimento presencial.
“Vale destacar que os horários de funcionamento foram acertados com os próprios empresários, pois assumimos um compromisso com eles para o estabelecimento do atendimento de cada setor”, apontou Bugalho. Sobre a reabertura na quarta-feira, o chefe do Executivo até comentou sobre a possibilidade apresentada pela assessoria do Estado de que isso ocorra na segunda-feira, mas ele afirmou que o decreto estadual “é claro em relação à fase vermelha, que segue até terça-feira”, o que possibilita a troca de fase na quarta-feira, até para evitar eventuais sanções. 

Funcionamento do comércio em Prudente

•    Com permissão seguindo restrições

- Imobiliárias
- Concessionárias e revendas de veículos
- Atividades de escritórios 

Atendimento: 20% da capacidade de lotação do estabelecimento
Horário: reduzido em 4 horas seguidas, das 13h às 17h.

- Comércio varejista e prestadores de serviço 

Atendimento: 20% da capacidade de lotação do estabelecimento
Horário: reduzido em 4 horas seguidas. De segunda a sexta- feira das 13h às 17h; aos sábados: das 9h às 13h.

- Shopping centers e galerias 

Atendimento: 20% da capacidade de lotação do estabelecimento; 20% da capacidade de lotação do estacionamento; praça de alimentação permanece sem permissão de funcionamento.
Horário: reduzido em 4 horas seguidas, das 16h às 20h.

- Instituições religiosas 
Permanecem as definições do Decreto 30.982, que dispõe sobre a alteração do percentual de lotação dos templos religiosos em Presidente Prudente.

•    Sem permissão para funcionamento
- Espaços públicos (museus e bibliotecas)
- Restaurantes, bares, padarias e congêneres (apenas serviço de entrega e retirada no local)
- Estética, beleza e tatuagem
- Academias de ginástica
- Cinemas, estádios e teatros 
- Eventos que geram aglomerações

Fonte: Prefeitura de Prudente

SAIBA MAIS

Academias de Prudente reabrem, na fase amarela 

Região poderá passar para a fase laranja a partir de segunda, afirma Bragato

Em nova atualização, municípios dos DRSs de Prudente e Marília permanecem na fase vermelha

Oeste paulista seguirá na fase vermelha do Plano São Paulo

Fase vermelha: 10 cidades da Nova Alta Paulista retrocedem

10 municípios da Nova Alta Paulista retrocedem para a fase vermelha

Região faz mobilização para avançar fase na flexibilização

Veja também