Publicidade

Corpo de Bombeiros incentiva doação de sangue

Campanha objetiva gesto solidário por parte da comunidade e dos próprios militares

PRUDENTE - ROBERTO KAWASAKI

Data 21/07/2020
Horário 09:15
Corpo de Bombeiros - Pandemia de Covid-19 agravou a situação dos Bancos de Sangue Foto: Corpo de Bombeiros - Pandemia de Covid-19 agravou a situação dos Bancos de Sangue

O Corpo de Bombeiros desenvolve desde o dia 2 julho a campanha anual denominada “Bombeiro Sangue Bom”. Até o dia 30 de setembro, a corporação reforçará a importância para a doação de sangue, incentivo para que os profissionais militares e a comunidade procurem voluntariamente os principais hemocentros para praticar o gesto solidário.
Segundo a corporação, dados da Fundação Pró-Sangue indicam que os números de doações diminuem significativamente no inverno, comprometendo os estoques que já estão em estado crítico. Além disso, a pandemia de Covid-19 agravou a situação dos Bancos de Sangue, devido ao isolamento social. Diante deste cenário, o 1° tenente-PM Marcos Antonio Machado Junior afirma que o período da ação foi estendido, a fim de evitar aglomerações.
“O gesto de doar é compreendido como amor ao próximo, fazendo o bem sem olhar a quem, sem esperar nada em troca”, salienta Machado. De acordo com a corporação, o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar promove internamente a doação de sangue em larga escala para os bancos de sangue na área de atuação do 14º Grupamento de Bombeiros, em Presidente Prudente, o que fortalece o papel social com a comunidade local. “É gratificante para o voluntário saber que alguém que precisa irá receber o seu sangue. Trata-se de um simples, porém grandioso gesto que salva vidas!”, considera o tenente. 

O GESTO DE DOAR É COMPREENDIDO COMO AMOR AO PRÓXIMO, FAZENDO O BEM SEM OLHAR A QUEM, SEM ESPERAR NADA EM TROCA
Marcos Antonio Machado Junior

Queda de doação

A pandemia da Covid-19 influenciou drasticamente para a redução de doações de sangue. Em matéria veiculada no final de março, a reportagem ouviu o Hemocentro anexo à Santa Casa de Misericórdia de Prudente e o Banco de Sangue do HR (Hospital Regional) Doutor Domingos Leonardo Cerávolo, que compartilham essa preocupação.
Conforme as unidades, desde o início da pandemia do vírus a redução média de doações de sangue ficou entre 40% a 60%, já que muitas pessoas não estavam saindo de casa.

Requisitos para doar sangue


- Estar em boas condições de saúde;
- Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos;
- Pesar no mínimo 50 kg;
- Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);
- Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação);
- Apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e - Previdência Social, Carteira Nacional de Habilitação e RNE-Registro Nacional de Estrangeiro);
- Não ter tido contato nos últimos 30 dias com suspeitos de Covid-19.

SAIBA MAIS

Santa Casa de Epitácio adia cirurgias eletivas devido ao baixo estoque de bolsas de sangue

Anvisa revoga resolução que proibia doação de sangue por homens gays

Filha de jovem morta em acidente precisa de doação de sangue

Policiais militares se mobilizam para doação de sangue

Doação de sangue em tempos de pandemia

Pró-Sangue orienta doações de sangue em época de coronavírus

HR cria selo para reconhecer instituições que incentivam funcionários a doar sangue

Campanha incentiva doação de sangue

Doações de sangue precisam ser mantidas mesmo na quarentena

Veja também