Como a ivermectina trata a Covid-19

Belmiro d’Arce

COLUNA - Belmiro d’Arce

Data 13/09/2020
Horário 06:40

A IVERMECTINA SE MOSTRA UM MEDICAMENTO EFICIENTE nas muitas vezes que é indicado por milhares de médicos e instituições para o tratamento da Covid-19, em contraste com a maior incidência de agravação da doença nas pessoas não tratadas.  

 

A EFICIÊNCIA DA IVERMECTINA já foi observada no tratamento de outras doenças virais, como Sars Covid-1, Chikungunya, Dengue, motivo pelo qual seu uso foi testado e aprovado para o tratamento da Sars Covid-2, a pandemia atual.

 

ATRAVÉS DE VÁRIOS MECANISMOS a Ivermectina impede a replicação e a sobrevivência do vírus, além de ser uma substância moduladora da imunidade, o que em muito amplia a sua eficiência.

 

USAR A IVERMECTINA SIGNIFICA tratar uma doença que em alguns casos pode se agravar e matar, de maneira rápida. Não usar o medicamento, ainda mais na ausência de outras opções, é expor as pessoas mais vulneráveis a um grande risco de morte.

 

DR. JOSÉ NATALIO REDONDO da República Dominicana, que tratou 1.300 pacientes, declarou após 99% deles terem sido curados: “Foi francamente incrível; uma dádiva do alto”.

 

DR. PETER HIBBERD, médico intensivista da Flórida, comentou sobre seus pacientes internados na UTI com Covid-19: “Os resultados foram tão surpreendentes, porque essas pessoas, com grandes danos pulmonares tiveram uma rápida regressão da insuficiência respiratória e seu curso clínico se estabilizou em 24 a 48 horas”.

 

EM TRINDAD, NA BOLÍVIA, o uso da Ivermectina, no auge da pandemia, fez as mortes diminuírem de 42 por semana para uma. Muito significativos são também os resultados na Ethiopia; Porto Feliz (SP); Paranaguá (PR); Cristal (RS), entre outras.  

 

A IVERMECTINA É UM MEDICAMENTO SEGURO. Usado há mais de 40 anos, não tem efeitos colaterais importantes nem toxicidade e sua dose tóxica é 10 vezes maior do que dose usada no tratamento.

 

TOME IVERMECTINA PARA PREVENIR A COVID-19, de acordo com seu peso: 1 comprimido de 6 mg (miligramas), para cada 30 kg (quilogramas) de peso, por dois dias seguidos. Repetir o mesmo esquema a cada 15 dias, durante três meses.

 

TOME IVERMECTINA PARA TRATAR SE ADOECER: logo no início da doença, com o dobro da dose de prevenção: 2 comprimidos para cada 30 kg de peso, por quatro dias seguidos: até 30 kg, 2 comprimidos; de 30 a 60 kg, 4 comprimidos; de 60 a 90 kg, 6 comprimidos; de 90 a 120 kg, 8 comprimidos; de 120 a 150 hg, 10 comprimidos.

 

ALÉM DA IVERMECTINA, a pessoa doente pode receber outros medicamentos: Hidroxicloroquina, Azitromicina, Doxiciclina, especialmente do grupo de risco, conforme a prescrição médica para cada caso, além das vitaminas D e C e dos minerais, magnésio e zinco importantes para estimular a imunidade.

 

HÁ QUEM CONDENE o uso desses medicamentos afirmando não haver estudos que indiquem a eficiência e que são perigosos. Por outro lado, prescrevem medicamentos, antitérmicos, anti-inflamatórios, o antiviral Tamiflu, estes sim, sem nenhuma ação contra o vírus, além de diminuir a imunidade.

 

ESSAS INFORMAÇÕES são resultado de pesquisas mundiais e da prática de milhares de médicos, para você tomar a decisão de ter acesso a tratamentos capazes de prevenir e curar a Covid-19, podendo eliminar os riscos de a doença complicar e matar.

Veja também